domingo, 27 de maio de 2012

Dia de Pentecostes

Giotto, Pentecost (1320-25, National Gallery, Londres).
---
De acordo com o site Web Gallery of Art, este painel é o sétimo de uma série sobre a vida de Cristo. Julga-se que este painel terá sido realizado com a colaboração de outros pintores da oficina do artista, mas as duas figuras da frente, em posição simétrica, serão obra de Giotto, pelo facto de serem mais soldiamente pintadas e as suas expressões demonstrarem uma atitude mais expressivamente natural.
O Pentecostes festeja-se, na Igreja Católica, cinquenta dias após a Ressurreição, mas também é festejado entre os Judeus (comemorando a dádiva de Deus dos Dez Mandamentos no Monte Sinai). Pelo que li, há vários costumes ligados ao Pentecostes, mesmo entre os cristãos. Em inglês é chamado de «Whitsunday», devido às vestes brancas usadas por aqueles que eram baptizados durante a vigília. Na Itália era costume atirar folhas de rosas do tecto das igrejas para recordar o milagre das línguas de fogo. Na França tocavam-se trombetas durante o serviço Divino, para lembrar o som do vento que acompanhou a descida do Espírito Santo. Na Rússia levam-se flores e ramos verdes nas mãos. Por outro lado, é de notar a ligação desta festividade à Primavera, o que é notório num poema de Goethe:

Pfingsten, das liebliche Fest, war gekommen;
es grünten und blühten
Feld und Wald; auf Hügeln und Höhn,
in Büschen und Hecken
Übten ein fröhliches Lied die neuermunterten Vögel;
Jede Wiese sprosste von Blumen in duftenden Gründen,
Festlich heiter glänzte der Himmel und farbig die Erde.
---

3 comentários:

ana disse...

Margarida,
Que bonito deitarem as pétalas de rosa para simbolizar a festividade cristã.
Tudo belo. Bom domingo.
Beijinhos!:))

Elsa Mendes disse...

Olá, Margarida. Partilho o teu post no face... está lindo!!!
Um beijinho para ti!

Margarida Elias disse...

Ana e Elsa: Obrigada! Bjs!