sábado, 8 de fevereiro de 2014

Mochos e corujas

Kyoko Okubo (Link)
-
«- E, por fim, os observadores de pássaros comunicaram-nos que as corujas do país tiveram um comportamento bastante estranho durante o dia de hoje. Apesar de ser hábito caçarem durante a noite, não sendo praticamente vistos à luz do dia, houve milhares de observações destas aves a voarem em todas as direcções desde o nascer do Sol. Os peritos não conseguem explicar esta súbita alteração do seu padrão de sono. - O apresentador permitiu um sorriso. - Muito misterioso. E agora passemos a Jim McGuffin e às previsões do tempo. Continuará a chuva de corujas durante a noite, Jim?»
-
J. K. Rowling, Harry Potter e a Pedra Filosofal, Lisboa, Editorial Presença, 2000, p. 14.
-
Albrecht Durer, The Little Owl (1506, Albertina, Vienna - Link)
-
Mocho (séc. XVII, Museu Nacional de Machado de Castro - Link)
-
Ohara Koson, Owl on ginkgo branch (Scops owl under crescent moon) (c.1915 - Link)
-
José de Almada Negreiros (1936, Museu Abade de Baçal - Link)
-
Natércia Costa e João Machado Costa, Jarra "Mocho" (séc. XX, Museu Nacional do Azulejo - Link)
-
Emília Matos e Silva (Link)
-
Karen Davis (Link)

2 comentários:

APS disse...

A do Dürer, embora pareça a mais triste, sempre colheu a minha preferência.
Bom fim-de-semana!

Margarida Elias disse...

Também gosto muito dela. Tanto que já a tinha posto no blogue, mas não resisti a trazê-la de novo. Aliás, sou uma apreciadora convicta de Dürer e especialmente dos desenhos e aguarelas.