terça-feira, 20 de outubro de 2015

A Porta

St. Edward's Church, Stow-on-the-Wold (Pinterest)
-
A PORTA

Eu sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Mas não há coisa no mundo
Mais viva do que uma porta.

Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira
Eu abro de supetão
Pra passar o capitão.

Só não abro pra essa gente
Que diz (a mim bem me importa...)
Que se uma pessoa é burra
É burra como uma porta.

Eu sou muito inteligente!

Eu fecho a frente da casa
Fecho a frente do quartel
Fecho tudo nesse mundo
Só vivo aberta no céu!
-
-

4 comentários:

Presépio no Canal disse...

Gosto de portas, e esta que escolheste é muito bonita e interessante.
Bjinhos! :-)

ana disse...

O Vinicius tem poemas interessantíssimos.
Que porta mágica!
Beijinho. :))

Isabel disse...

Muito bonito!

Boa noite:)

Margarida Elias disse...

Sandra - Concordo contigo. Bjns!

Ana - É verdade. Também gosto muito de Vinicius e achei esta porta uma maravilha. Bjns!

Isabel - Obrigada! :-)