terça-feira, 20 de setembro de 2016

Do povo da Lua

-
O filme Kubo conta a história de um rapaz que é neto do rei da Lua, um rei com magia poderosa, que lhe desejava arrancar os olhos (e arrancou um) para que ele não se afeiçoasse às coisas terrenas.
A história fez-me lembrar outro filme que vi há um tempo (em DVD) que achei maravilhoso, que conta a história da Princesa Kaguya. Esta história corresponde a uma lenda antiga japonesa, e fala de uma princesa do reino da Lua (tal como a mãe de Kubo) que vem para a terra em bebé, sendo criada por um casal que não tem filhos. No fim é levada de volta ao mundo da Lua onde pertence - ao contrário de Kubo, que fica na terra. Em ambas as histórias existe um povo da Lua que, de algum modo, é fonte de magia e motivo de temor. O que me fez lembrar duas canções, sendo que a primeira, poderia bem aplicar-se à história de Kubo.
 
 

5 comentários:

Presépio no Canal disse...

A primeira não conhecia e gostei bastante, agora que a ouvi.
Já a segunda faz parte das minhas memórias. Ouvia-a muita vez e continuo a gostar imenso.
Beijinho! :-)

Margarida Elias disse...

Sandra - Ambas fazem parte das minhas memórias e gosto muito das duas. Beijinhos!

Paula Lima disse...

Quando leio ou ouço falar do povo lunar, penso imediatamente nos selenes que aparecem no fabuloso filme do mestre do mudo George Mélies!
Esse astro exerceu e continuará a exercer sempre fascínio em todos nós, reflectindo-se inclusivé na música. Excelentes acompanhamentos para uma noite ao luar!
Obrigada pela partilha!

Mister Vertigo disse...

A imagem que ilustra esta crónica é magnifica e depois os dois temas musicais escolhidos, que gosto muito, fazem parte das minhas memórias, quanto ao filme não conheço ainda, mas fiquei bastante curioso.
Obrigado

Margarida Elias disse...

Paula - Acho nunca vi esse filme - talvez ainda o veja. Gosto muito da lua e de olhar para ela. Bom dia!

Mister Vertigo - Obrigada!! :-) Bom dia!