segunda-feira, 17 de julho de 2017

Cesariny e o mar

Mário Cesariny, Linha de Água
-
Esta pintura estava no ano passado na galeria O Rastro (Figueira da Foz). Achei-a muito interessante, não só porque gostei dela, mas também porque me pareceu inesperada entre aquilo que conhecia da obra de Cesariny (1923-2006).
Foi aluno da Escola de Artes Decorativas António Arroio (1936-1943) e da Faculdade de Arquitectura. Em 1947, visitou Paris, conheceu André Breton, tendo participado na fundação do Grupo Surrealista de Lisboa. Afastou-se desse grupo no final de 1948, para formar um novo grupo, Os Surrealistas. Começou por pintar como complemento à poesia, mas posteriormente dedicou-se sobretudo à pintura. - Cf. Matriznet.
Uma outra pintura que está no CAM (FCG) relaciona-se com a que vi na Figueira da Foz:
 
-
Encontrei ainda este poema:
 
Romance da Praia de Moledo
Canto da hora do banho

ó mar contente, tão frio
que o verde das ondas é neve
fazes meu corpo tão leve,
no ar, vazio!

meus seios, cabelos, tudo é brando!
na mão do mar talhado cerce
vou, como se a um velho comando
desobedecesse!

e raia de leve um sol macio
que ainda não amadurou
frio
de manhã forte e silente
as minhas mãos nem são de gente
são formas de água, de neve
sobre o maillot
-
Mário Cesariny
In http://origemdasespecies.blogs.sapo.pt/1288066.html

6 comentários:

Paula Lima disse...

O mar salgado, meu favorito! Nada como olhar o mar para o cérebro repousar! A "Linha de Água" é bela!
Boa semana

Presépio no Canal disse...

Gostei muito do segundo quadro.
Bjs!

APS disse...

Creio que Cesariny foi pragmático. A melhor poesia já ele a tinha feito, quando começou (?) a pintar. Ganhámos um bom pintor...e ele, também, enriqueceu - coisa que não teria acontecido se tivesse continuado a versificar...
O primeiro quadro é lindíssimo.
Bom fim de tarde!

Margarida Elias disse...

APS - Realmente é verdade. É difícil enriquecer com a arte, mas com a poesia ainda é mais difícil. Contudo, não sei se no caso de Cesariny foi pragmatismo, pois conheço mal a biografia dele. Boa tarde!

Margarida Elias disse...

Paula Lima - São bem bonitos os dois quadros. Boa tarde!

Sandra - Já vi que o quadro do CAM tem mais sucesso, mas eu não me importava nada de ter em casa o que estava na Figueira da Foz. Beijinhos!

MR disse...

Cesariny em poemas lindos. Doa quadros, gosto muito da série Linhas de água.
Bom fim de semana!