quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Do olfacto

John Shaw, Caixinha de Cheiros (1812-1813, Palácio Nacional da Ajuda)
-
“Smell is a potent wizard that transports you across thousands of miles and all the years you have lived. The odors of fruits waft me to my southern home, to my childhood frolics in the peach orchard. Other odors, instantaneous and fleeting, cause my heart to dilate joyously or contract with remembered grief. Even as I think of smells, my nose is full of scents that start awake sweet memories of summers gone and ripening fields far away.”
-

5 comentários:

APS disse...

Não haverá muitos textos, ou eu não os conheço, sobre a memória do olfacto, mas este é muito interessante, ou não fosse a Autora privada de um dos sentidos. E, provavelmente, mais apurada nos 4 sentidos que lhe restavam.
Bom dia!

Paula Lima disse...

Caixinha de cheiros não conhecia, conheço caixinhas de rapé. Mas é bela, de um trabalho extraordinário!
Bom dia!

LuisY disse...

Adoro essas caixinhas, conhecidas pelo delicioso nome francês "vinaigrette", que antigamente as Senhoras usavam para cheirar quando passavam de carruagem por sítios nauseabundos. Outros tempos...

Margarida Elias disse...

APS - Realmente falamos (escrevemos) pouco dos cheiros, mas são importantes. Boa tarde!

Paula Lima - A caixa é linda. Boa tarde!

Margarida Elias disse...

LuisY - Obrigada! Não sabia para que servia a caixa - e faz todo o sentido. Boa tarde!