terça-feira, 30 de janeiro de 2018

No Dia do Croissant

Que é o meu bolo preferido, de momento - ando perfeitamente viciada...
-
-
-
«I have a lot of weak spots - cookies, croissants».
-
-
Em Lisboa (que é o que conheço) os meus croissants preferidos são os da Bénard (que também tem o melhor chocolate quente), os do Careca (que também tem bons palmiers) e (estranhamente, talvez) os croissants (da casa) do Jumbo. Mas ando à procura de mais, muito mais, por isso, aceito sugestões :-)

-
-

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Da Escrita: Deleuze e Babina

 Federico Babina, Archiwriter
-
«C'est a travers les mots, entre les mots, qu'on voit et qu'on entend».
-
Gilles Deleuze, Critique et Clinique (1993).
-
 
Federico Babina, Archiwriter
-
 Federico Babina, Archiwriter
-
Federico Babina, Archiwriter City

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Sonhar / Com votos de bom fim-de-semana

-
«Vas a crecer, vas a despertar
A descubrir, para deslumbrar
En busca de tus sueños
Tienes el valor y vas a volar
Vas a sentir, vas a encontrar
Vas a vivir para demostrar
Que eres tan valiente
Y todo lo que quieras lo podrás alcanzar».

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

25 de Janeiro

Para a minha filha que faz hoje uma década!
Aqui vão outros companheiros de aniversário:
-
-
“It is in our idleness, in our dreams, that the submerged truth sometimes makes its way to the surface.”
-
-

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Sob o signo de Aquário

-
Alguns aquarianos famosos:

Plácido Domingo (21/1)
Adriano (24/1)
Paula Rego (26/1)
Mozart (27/1)
Phil Collins (30/1)
Shakira (2/2)
Cristiano Ronaldo (5/2)
Carmen Miranda (9/2)
Thomas Edison (11/2)
Lincoln (12/1)
Galileu (15/2)
Ed Sheeran (17/2)

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Da vida

Edmund Dulac, A Higher Destiny (Beauty and the Beast)
-
«Procurar ver o modo como as coisas se misturam é uma aventura apaixonante. As coisas acontecem segundo uma cadência que nunca forma o fio de um destino, mas surge como a fluência da própria vida». 
-
Eduardo Prado Coelho, In Público, 31/3/2005 (Citador). Almanaque Bertrand, 2017-2018, Bertrand Livreiros, p. 78.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Flor de Janeiro: Cravo

O tema já andou por aqui em Abril de 2014, mas aqui ficam mais uns cravos:
-
Iznik, Plat au bouquet d'oeillets (1570-1575, Musée National de la Renaissance, Ecouen)
-
Peter Binoit, Stilleben, frukt (1618, Skokloster Castle)
-
Henri Fantin-Latour, Carnations in a Champagne Glass (1876)
-
Jeanne Magnin, Bouquet d'oeillets dans un pichet de porcelaine (Musée Nationale Magnin, Dijon)

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Reconhecer e Conhecer

Lucian Freud, Acacia (1975)
-
«Nous reconnaissons les choses, nous ne les connaissons pas».
-
Gilles Deleuze, Proust et les signes (1979)

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Ver e Desenhar

David Bles, Who Learns to Draw, Learns to See (1890-1891)
-
«Il y a une immense différence entre voir une chose sans le crayon dans la main, et la voir "en la dessinant". […] Même l'objet le plus familier à nos yeux devient tout autre, si l'on s'applique à dessiner: on s'aperçoit qu'on l'ignorait, - qu'on ne l'avait jamais véritablement "vu". […] Je m'avise que je ne connaissais pas ce que je connaissais : le nez de ma meilleure amie… ».
-
Degas citado par Paul Valéry em "Degas Danse Dessin", Musée d'Orsay.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Com votos de bom fim-de-semana

Joan Hernandez Pijuan, Limite (2000)
-
“O limite não é onde uma coisa termina, mas, como os gregos reconheceram, de onde alguma coisa dá início à sua essência.”
-
Heidegger - citado in Leandro Martins, Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel, FAUL, 2017.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

10 de Janeiro

Para o meu marido, que faz hoje 45 anos, aqui ficam alguns famosos que nasceram no mesmo dia:
-
Júlio Pomar, Camões (CNAP)
-
Júlio Pomar nasceu em 1926. Outros que nasceram neste dia foram o escultor Eduardo Chillida, em 1924, e o cantor Rod Stewart, em 1945.

Elogio al Horizonte (1989, Gijón)

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Da época

Robert Julian Onderdonk, Rainy Day in Bandera
-
«Janeiro frio e molhado enche a tulha e farta o gado».
-
Almanaque Bertrand 2017-2018, Bertrand Livreiros, p. 47.
-
Ao procurar uma imagem sobre chuva, para ilustrar este provérbio, encontrei esta belíssima fotografia de Victor Palla:

Victor Palla (1954-1959, MNAC)
-
Essa fotografia mostra uma imagem da chuva na cidade e demonstra bem que a chuva é mais útil no campo, como refere o provérbio. Isso, por sua vez, lembrou-me outro provérbio, que dizia a minha avó:

«Não se pode ter sol na eira e chuva no nabal».

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Do Tempo III

-
Poeminha sobre o Tempo

O despertador desperta, 
acorda com sono e medo; 
por que a noite é tão curta 
e fica tarde tão cedo?
-

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Porque Amanhã é Dia de Reis

Já abordei o tema em 6 de Janeiro de 2014, mas volto a ele, com votos de Feliz Dia de Reis.
-
Adoration of the Magi (Séc. IV, Museu do Vaticano, Roma)
-
The Three Wise Men (526, Basilica de Sant'Apollinare Nuovo, Ravenna)
-
Evangelistar von Speyer, Cod. Bruchsal 1, Bl. 11r (c. 1220, Badische Landesbibliothek, Karlsruhe)
-
Adoration des Mages (meados do Séc. XIV, Museu do Louvre)
-
Rogier van der Weyden, Bladelin Triptych (1445-1450, Gemäldegalerie, Berlim)
-
Hans Memling, Adoration of the Magi Triptych (1470, Museu do Prado, Madrid)
-
Gerard David, The Adoration of the Magi (National Gallery, )
-
Andrea della Robbia, Adorazione dei Magi (1500-1510, Victoria and Albert Museum)
-
Pieter Bruegel the Elder, The Adoration of the Kings (1564, National Gallery, Londres)
-
Diego Velazquez, Adoration of the Kings (1619, Museo del Prado, Madrid)
-
Johann Friedrich Overbeck, The Adoration of the Magi (1813, Kunsthalle Hamburg)
-
James Tissot, The Adoration of the Magi (1886-1894, Brookly Museum)

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Ultra violeta

É a cor de 2018, segundo a Pantone :-)
-
-
Leque (1890-1914, Museu dos Biscainhos)
-
Émile Gallé, Jarra (Séc. XIX, Palácio Nacional da Pena)
-
Henri Matisse, Reading Woman in Violet Dress (1898)
-
Elena Muriel, Árvore (Séc. XX, MNAC)
-
Gustave Singier, Bleu-Violet (1962)
-
Manuel Cargaleiro, Painel de Azulejos (1972, Museu Nacional do Azulejo)
-
Max Bill, Radiazone Violeta (1973)
-
-
Anne Lambelet, Hogwarts
-
-