sexta-feira, 23 de outubro de 2020

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Termos de Arte e de Arquitectura - Baccarat

Jarra (1875-1900, Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa)
-
Segundo o Dicionário de Termos Artísticos e Arquitectónicos, «Baccarat» é um tipo «de cristal que toma o nome da homónima cidade francesa onde, em 1776, foram fundadas as vidreiras de Santa Ana que se tornaram famosas pelo requinte dos seus produtos». 
Esta jarra, que foi arrolada no Palácio da Ajuda, pela Direcção Geral da Fazenda Pública (1911), está identificada como possivelmente sendo fabricada em Baccarat. Não sei se é, mas é muito bonita.
-
In Dicionário de Termos Artísticos e Arquitectónicos, Público, 2006, pág. 54.

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Sobre Enzo Mari (1932-2020)

-
O artista e designer Enzo Mari faleceu dia 19 devido ao Covid. Ficam aqui algumas das suas obras.
-
-

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Sobre estes dias


Gosciny e Uderzo, Asterix, Le Devin (1972)

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

sábado, 17 de outubro de 2020

Vi ontem e recomendo vivamente: "David Attenborough: A Life on Our Planet" (2020)

-
“Human beings are the most intelligent animal to ever have existed, but for our predicament, intelligence is not enough. We need wisdom!”
-
O documentário é extraordinário e importantíssimo, está na Netflix, mas não sei se há outra forma de o ver.
-

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Pintando no atelier III

Rembrandt, Artist in his Studio (1626, Museum of Fine Arts (MFA), Boston)

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

No Dia de Santa Teresa de Ávila

-
A propósito, deixo também a ligação para o blogue Velharias, onde está um poste muito interessante sobre um registo figurando Santa Teresa de Ávila.

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Ilya Milstein

-
Descobri há pouco tempo a obra deste ilustrador italiano e fiquei fascinada, porque, para além da beleza do desenho, composição e colorido, intrigou-me a semelhança com Hergé. Deixo aqui apenas algumas imagens (retiradas do site Trendland), bem como as ligações para uma entrevista (com Mia Pinjuh) e para a página oficial. Na entrevista, ele recomenda um exercício para os artistas, que julgo que se pode aplicar a toda a gente:
«Be kind to yourself in small ways and take joy from your daily rituals. Have your morning coffee on your couch with the news rather than nervously gulped over the kitchen sink. Self-care and self-understanding will obviously make you a better artist and person — the two are quite intertwined — and knowing your limits will keep you afloat».
-

terça-feira, 13 de outubro de 2020

Afinidades XLI

Giovanni Fattori, L'uomo nel bosco (detalhe) (1880-1885)
-
Renato Guttuso, Paseo por un jardín en Velate (1983. Fundación Francesco Pellin, Varese)

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Com votos de boa semana!

Federici Babina, Resilience
-
Gosto desta canção que faz parte da banda sonora da série Perfect Harmony, a que estou a achar alguma piada:

-
Deixo também como nota outra série que vi (as quatro temporadas) e achei muito boa, The Good Place:
-

sexta-feira, 9 de outubro de 2020

Pintando no atelier II

Uma pintura que já aqui esteve em 2010:
-
Columbano Bordalo Pinheiro, Um Pintor (1883, Casa dos Patudos - Museu de Alpiarça)

quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Da Amizade

Nikolay Bogdanov-Belsky, Country Friends (1912)
-
«Querer as mesmas coisas e não querer as mesmas coisas: eis a essência da verdadeira amizade».
-
Salústio.
-
Citação retirada do livro Dicionário de Citações e Provérbios, de Luis Señor González, publicado pelo Correio da Manhã, em 2004, p. 53.

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

No Dia dos Castelos

Ficam algumas fotografias de que gostei do Castelo de São Jorge, disponíveis no site do Arquivo Municipal de Lisboa:
-
Filmarte, Rua Martim Moniz (década de 1940)
-
Fotografia Alvão, Castelo de São Jorge (anterior a 1944)
-
-
António Castelo Branco, Castelejo depois das obras de restauro (Dezembro de 1952)
-
Artur Pastor, Castelo de São Jorge, interior (entre 1960 e 1969)

terça-feira, 6 de outubro de 2020

Uma imagem de Lisboa no início do século XIX

Nicolas Louis Albert Delerive, A Praça da Alegria (primitiva feira da ladra) (1809-1818, Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa)
-
Esta pintura de Nicolas Delerive (1755-1818) foi publicada na página do Facebook, do Museu Nacional de Arte Antiga, em 6 de Junho deste ano, e achei-a muito interessante. O que me chamou a atenção foi sobretudo a evolução deste espaço, que hoje está irreconhecível comparativamente com esta imagem. Diz o MNAA que esta tela foi uma das várias pinturas que Delerive «realizou sobre locais e episódios do quotidiano lisboeta, desde que chegou a Portugal, em 1792». Refere também que retrata a Feira da Ladra nas antigas hortas de Valverde, após o terramoto de Lisboa de 1755, acrescentando que a Feira se realizou nesse local até 1823. 
Achei ainda interessante que esta pintura tivesse sido adquirida por Eduardo Hofacker de Moser (1894-1968), em 1931. Desde 2010 que me tenho cruzado com este personagem, que foi o 3.º Conde de Moser. Trabalhando como decorador, entre 1947 e 1953, sob a direcção de Ricardo do Espírito Santo Silva, integrou o grupo que realizou o projecto de transformação do Palácio dos Viscondes de Azurara em Museu de Artes Decorativas Portuguesas (FRESS), onde trabalhou com Raul Lino e Guilherme Possollo (director-delegado da FRESS).
-
Sobre o pintor Nicolas Delerive e Lisboa, ver, por exemplo: Eventualmente Lisboa e o Tejo, 13 de Dezembro de 2016.

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

sexta-feira, 2 de outubro de 2020

quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Quino (1932-1920)

-
Hoje, é mesmo uma memória, em jeito de homenagem. Cresci com Quino, porque os meus pais tinham os álbuns da Mafalda (alguns herdei) e alguns outros álbuns dele - os quais desapareceram, não sei como, porque os meus pais já não os têm. 
Como tinha imensas insónias em criança e jovem (ainda hoje tenho), passava as noites a ler estes livros, que li e reli, até quase os saber de cor - a par dos Asterix e dos Tintin, mas também dos Lucky Luke, Iznougoud L'Infame, mais tarde os Garfield e os Calvin and Hobbes
A morte de Quino (Joaquín Salvador Lavado Tejón) foi ontem uma notícia mesmo triste, mas fica a obra dele. E tenciono reler novamente as "Mafaldas" que tenho em casa, e, talvez, comprar alguns livros dele que encontre à venda, para reler e compor uma colecção.
-
-

quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Afinidades XL

Ford Madox Brown, Lear and Cordelia (1849-1854, Tate Gallery, Londres)
-
 Antonio Muñoz Degraín, Otelo e Desdémona (1880, Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea, Lisboa)
-
Nota: Hoje, abre no Chiado, a exposição Dissonâncias, Coleção MNAC: Aquisições e Doações 2010-2020, que pode ser bastante interessante. Tem curadoria de Adelaide Ginga e Emília Tavares, e estará aberta até 15 de Novembro.

terça-feira, 29 de setembro de 2020

Do Rossio (em 1848)

Praça D. Pedro IV (Séc. XX?, Arquivo Municipal de Lisboa)
-
«O passeio do lado oriental do Rossio, por soalheiro de tarde, nunca convidou para encontro de palestradores. No lado oposto da praça, sim. Onde actualmente está a Tabacaria Monaco era [1848] a mercearia da Consciência. A seguir, onde havia estado o notável café do Nicola – tão celebrado por Bocage – e depois o sombreireiro Dias, estava a livraria Poliglota, de Francisco António da Silva (…). Portas seguidas estava o José Pedro das Luminárias (…). Adiante ficava a farmácia do Azevedo (ainda existente), onde se jogava o gamão; e, mais uma confeitaria que chegou ao nosso tempo de menino, a qual primava pelo sortido de doces manipulados consoante receitas conventuais (…)».
-
Álvaro Neves e Henrique Marques Júnior, Gomes Leal, Sua Vida e Sua Obra, Lisboa, Editorial Enciclopédia, Lda., 1948, pp. 14-15.

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Com votos de boa semana!

 
Martin Johnson Heade, Sunlight and Shadow: The Newbury Marshes (c. 1871-1875, National Gallery of Art, Washington)

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

O Grupo Ar Livre

Fotografia do Grupo Ar Livre, cerca de 1917. Da esquerda para a direita Alves Cardoso, Frederico Aires, Carlos Reis, Falcão Trigoso, António Saúde. Espólio da família do pintor Alves Cardoso, in Dianiela Simões, 2017, p. 331.
-
Alves Cardoso, Uma Pausa Forçada (1913, Museu de José Malhoa, Caldas da Rainha)
-
Frederico Aires, Paisagem com Casa (1914, © Arcadja)
-
Carlos Reis, O Batizado (c. 1920, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro)
-
Falcão Trigoso, Laranjeiras à Tarde (1925, Museu Nacional Grão Vasco, Viseu)
-
António Saúde, Azenha no Lugar do Bicho - Margens do Ave (1943, Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea, Lisboa)
-
Bibl.: Daniela Simões, «As Expedições da Sociedade Silva Porto (1900-1912) pelo Território Português, O Registo Paisagístico como Modelo de Construção de uma Identidade Nacional», in Pedro Fidalgo, Estudos de Paisagem, Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 2017.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Bom Outono!

 

Pierre-Antoine Quillard, Las cuatro estaciones: otoño (c. 1725-1729, Museo Nacional Thyssen-Bornemisza, Madrid)

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Sobre bicicletas (e longe de esgotar o tema)

Continuando um post de 2013, com duas repetições:

Árpád Szenes, Le cycliste (1954)
-
Passeio de bicicleta na Serra de Sintra. Família Real e Corte (1898, Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa)
-
Prato (1897, Museu Nacional de Machado de Castro, Coimbra)
-
Ciclista articulado (Museu da Guarda)

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Com votos de boa semana!

Adolphe-René Lefèvre, Jardim do Palácio das Necessidades (1854, Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa)

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

quinta-feira, 17 de setembro de 2020

Das Vindimas

Francisco José de Resende, Natureza Morta (Museu do Chiado, Museu Nacional de Arte Contemporânea)
-
Esta semana ando pouco imaginativa para o blogue, pelo que hoje ficam estas uvas de Francisco José de Resende (1825-1893), que se ajustam bem à época, pois, na televisão, não param de falar em vindimas e enoturismo.

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Um percurso por Óbidos

Rua Direita


Capela de São Martinho  
-
Olaria de São Pedro, de Sónia Borga



-
Rua Padre António de Almeida


-
Igreja da Misericórdia

-
Igreja de Santa Maria