quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Quotidiano

 Pieter Brueghel o Velho, Bauernhochzeit (1568, Kunsthistorisches Museum, Viena).
Pieter Brueghel o Velho, Peasant Wedding Dance (1607, The Walters Art Museum, Maryland).
---
«(...) un art du quotidien – représentations de personnes aux visages sympathiques, appartenant aux classes moyennes et défavorisées, ayant des mœurs quotidiennes et des actions ordinaires, dans des intérieurs domestiques».
---
Marie Gueden (2008).

5 comentários:

ana disse...

Gosto muito da pintura e deste pintor. As telas dele têm sempre uma multidão retratada e mil e um pormenores.
Para ver com olhos de ver demora-se muito tempo a observar as histórias que Brueghel narra.
Bjs e boa noite! :)

www.amsk.org.br disse...

Espiando o blog da Ana, passei por aqui, é maravilhoso, belo e de muito bom gosto.

Tanto neste post quanto no anterior, a escolha é maravilhosa.

um abraço,

Cozinha dos Vurdóns

Margarida Elias disse...

Ana: Partilho do mesmo gosto. São pinturas extraordinárias, recheadas de detalhes. Bj!

Cozinha dos Vurdóns: Muito obrigada!

Presépio no Canal disse...

Gosto imenso dos detalhes. Sao pinturas muito ricas. Se a Vermeer associo a fotografia, a Brueghel associo o cinema. Os detalhes conferem muita accao, muitos planos a observar.
Beijinhos.

Margarida Elias disse...

Sandra: Gostei muito dessa sugestão. Nunca tinha associado Brueghel e o cinema. Bj!:)