terça-feira, 15 de setembro de 2009

A «Anunciação» de Frei Carlos

Pintura de Frei Carlos, Anunciação (1523, Museu Nacional de Arte Antiga).
---
A Anunciação que aqui fica publicada foi pintada por Frei Carlos (activo c.1517–c.1535) um pintor luso-flamengo cuja actividade se desenvolveu na Oficina de pintura do Espinheiro, um convento de frades jerónimos, em Évora. Pessoalmente sou admiradora do tema da Anunciação e sempre me fascinou a representação de anjos.
Esta pintura segue um modelo repetido em outras «Anunciações» da Escola Portuguesa do século XVI, como por exemplo de Jorge Afonso e Gregório Lopes. Dentro de um estilo influenciado pela pintura flamenga, figura o tema religioso num espaço quotidiano, onde os objectos comuns adquirem um valor simbólico. As colunas simbolizam Cristo, as flores brancas a virgindade de Maria, a pomba é o Espírito Santo que será encarnado. O anjo vem da esquerda, como é habitual na iconografia do tema - mas não é comum a existência de anjos músicos no exterior. A Virgem está ajoelhada junto da Bíblia aberta, olhando para o anjo à sua esquerda. Um aspecto interessante desta Anunciação é o colorido claro que predomina, o qual, juntamente com a dlicadeza do desenho das figuras, confere a esta pintura um carácter etéreo e transcendente, que acentua o facto de estarmos perante a representação de uma cena milagrosa.
---
Margarida Elias.

Sem comentários: