quinta-feira, 30 de junho de 2011

Capela do Sagrado Coração de Jesus

 ---
Amanhã (dia 1 de Julho) festeja-se o dia do Sagrado Coração de Jesus, e aqui fica uma fotografia de uma capela consagrada a essa festividade, que retirei daqui.

No site do IGESPAR pode ler-se:

«A capela do Sagrado Coração de Jesus pertencia ao já demolido solar da família Carneiro Vasconcelos, tendo sido erguida, ao que tudo indica, no decorrer da primeira metade do século XVIII. Certo é que o órgão remonta a ano de 1743.
O portal principal é formado por pilastras e encimado por frontão de volutas interrompido pelo Sagrado Coração de Jesus, ao qual a capela é dedicada».
---
Rosário Carvalho.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

A perspectiva como forma simbólica

Pietro Perugino, Christ Handing the Keys to St. Peter (Cappella Sistina, Vaticano).
--- 
«(...) for the discovery of the vanishing point, as "the image of the infinitely distant points of all the orthogonals", is, in a sense, the concrete symbol for the discovery of the infinite itself».
---
Erwin Panofsky (1927).

terça-feira, 28 de junho de 2011

Sobre o pensamento

Rembrandt, St. Paul at his writing desk (1629-1630, Germanisches Nationalmuseum, Nuremberg).
---
«The world we have created is a product of our thinking; it cannot be changed without changing our thinking».
---

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Água I


 Gunnar Berndtson, Summer (1893).
---
«A lake carries you into recesses of feeling otherwise impenetrable».
---
William Wordsworth.

domingo, 26 de junho de 2011

sábado, 25 de junho de 2011

Natureza e descanso

Irving R. Wiles, Afternoon Tea on the Teracce (1889)
---
«Parece-me que devo declarar o amor que tenho pela Natureza (...). e a influência que esta paixão teve na minha formação moral e profissional».
---
Raul Lino.

Porque hoje é noite de São João

Aqui fica uma pintura de Caravaggio (c. 1571-1610), intitulada Saint John the Baptist in the Wilderness (1604), que encontrei no blogue Old Paint. E como hoje está muito calor, o que deve ser bom para quem anda nas festas, deixo também um provérbio alusivo à ocasião:

«Ande por onde andar o Verão, há-de vir no S. João». 

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Dia de Corpo de Deus (dia 23 de Junho)

Joos van Wassenhove, A Instituição da Eucaristia (1473-75, Galleria Nazionale delle Marche, Urbino).
---
De acordo com a Wikipedia, Joos van Wassenhove (1410 – c. 1480) foi um pintor flamengo que trabalhou na Itália. Entre 1465 e 1474, pintou a Comunhão dos Apóstolos, que está na Galleria Nazionale delle Marche em Urbino e que foi pintada para a Irmandade do Corpus Christi.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Dando as boas vindas ao Verão!

Walter Crane, Summer (1895).
---
What is one to say about June, the time of perfect young summer, the fulfillment of the promise of the earlier months, and with as yet no sign to remind one that its fresh young beauty will ever fade.
---
Gertrude Jekyll.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Está quase a chegar o Verão!

Frank W. Benson, The Hiltop (1903, Malden Public Library).
---
To see the Summer Sky
Is Poetry, though never in a Book it lie -
True Poems flee.

domingo, 19 de junho de 2011

Montejunto

Do Vale à Montanha
-
Do vale à montanha,
Da montanha ao monte, cavalo de sombra,
Cavaleiro monge,
Por casas, por prados,
Por Quinta e por fonte,
Caminhais aliados.
-
Do vale à montanha,
Da montanha ao monte,
Cavalo de sombra,
Cavaleiro monge,
Por penhascos pretos,
Atrás e defronte,
Caminhais secretos.
-
Do vale à montanha,
Da montanha ao monte,
Cavalo de sombra,
Cavaleiro monge,
Por quanto é sem fim,
Sem ninguém que o conte,
Caminhais em mim.
---
Fernando Pessoa (in Citador)
-








Dia de Descanso

Rodolfo Amoedo, Cena de café.
---
«Take rest; a field that has rested gives a bountiful crop».
---
Ovídio.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Espaço

---
«O homem existe e vive. Existindo é espaço; vivendo é tempo; isto é, ocupa certa extensão espacial e temporal. A extensão tem duas faces: a que se concentra em corpo e a que se expande em alma, a estatuada e a musicada. Assim o homem cabe no seu leito e não cabe no mundo. Imprimindo as suas pegadas na terra, passeia na Via Láctea».
---
Teixeira de Pascoaes (citado por Irene Ribeiro, 1994).

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Forte de Sacavém



---
Ando interessada nos fortes do século XIX, como o de Sacavém (Lisboa) e o de São Vicente (Torres Vedras). Correspondem a uma arquitectura de dissimulação: espaços fortificados, no alto de montes, mas escondidos para quem os vê de baixo - mesmo quando está perto. 
No caso do Forte de Sacavém, inteligentemente aproveitado para arquivo, há ainda uma componente curiosa que é o facto de nunca ter chegado a servir para os fins militares a que se destinava inicialmente.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Esperança II

Anders Zorn, Boat race (1886).
---
«Tomorrow is fresh, with no mistakes in it».
---
L.M. Montgomery.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Esperança I

Lajos Deák-Ébner, Fifine (1875, Hungarian National Gallery).
---
«Everything that is done in the world is done by hope».
---

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Porque ainda é dia de Santo António...

Aqui fica o altar de Santo António na Igreja de Santa Maria do Castelo, de Torres Vedras. É uma igreja de fundação românica (séc. XII), situada dentro das muralhas do castelo, mas cuja arquitectura original foi muito alterada. Só o portal principal e o lateral direito ainda mantêm a traça românica. O altar de Santo António deve ser do séc. XVIII.
Por curiosidade, em princípios do séc. XIX ainda era costume «festejar-se Nossa Senhora da Assunção (Santa do Orago), havendo na véspera, a 14 Agosto, fogueira no adro da igreja e nas ameias do castelo, em comemoração daquela data que, segundo a tradição, marca o dia em que D. Afonso Henriques tomou o castelo» (Paula Noé e Júlio Grilo).
A informação retirei do site SIPA (Sistema de Informação para o Património Arquitectónico), o qual tem muita documentação acessível sobre os monumentos portugueses.

domingo, 12 de junho de 2011

Para o Dia de Santo António (13 de Junho)

Vieira Lusitano, Santo António com o Menino Jesus (MNAA)
---
Responsinho
 -
Antoninho pequenino
Se vestiu e se calçou
O Senhor o encontrou
Antoninho, aonde vais?
Senhor, eu conVosco vou.
Tu comigo não irás
Nesta terra ficarás
E todas as coisas perdidas
As encontrarás.

Domingo de Pentecostes

---
Porque hoje é Domingo de Pentecostes, coloco aqui esta pintura que tirei do novo site do Matriznet, que está muito bom e recomendo vivamente.
Segundo o site, esta pintura foi atribuída por Luís Reis Santos ao Mestre da Lourinhã, mas actualmente é considerada de um mestre desconhecido. O texto que acompanha a pintura diz.
«Embora seja Cristo o verdadeiro protagonista do Pentecostes, figura invisível que envia o Espírito-Santo sobre os apóstolos para lhes possibilitar pregar o Evangelho em todas as línguas, é a Virgem a figura central, que surge representada no centro da composição, presidindo à assembleia, sentada em oração e com um livro aberto sobre os joelhos. A rodeá-la encontram-se os apóstolos, seis de cada lado, e, ao fundo, uma figura que se retira apressadamente da cena. A arquitectura representada é já "ao romano"».
Trata-se de uma pintura muito interessante, que me faz lembrar a Anunciação da oficina de Jorge Afonso (Retábulo da Madre de Deus), sobretudo pelo efeito da janela com dois arcos contíguos, formando um M, sobre a cabeça de Maria. Aliás, existem outros paralelos entre estas pinturas, razão pela qual é provável que sejam do mesmo autor, ou, pelo menos do mesmo círculo. Aqui fica também o Pentecostes desse Retábulo.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Para o Dia de Portugal

Luís Corchon, A vista de Torre de Belém com crianças (Palácio do Correio Velho).
---
«O maior serviço que se pode fazer a esta nação é recordar-lhe a sua história».
---
Teófilo Braga (1880).

Reflexões

Ontem pensava sobre a questão «para que serve a história». Em tempo de crise económica temo sempre que aqueles que trabalham na cultura sejam os mais prejudicados, e daí o meu pensamento. Creio sinceramente que a história é necessária. Das minhas leituras, quer de historiadores, quer de neurologistas, concluí que vivermos sem saber o passado é como vivermos com uma amnésia. Na minha opinião:
O conhecimento do passado permite tomar as decisões no presente, que ajudarão a construir o futuro. 

 John White Alexander, A Idle Moment (c. 1885).
-
Hoje descobri num blogue este provérbio chinês, mais ou menos relacionado com estas reflexões:

O passado é história,
o futuro é mistério,
e hoje é uma dádiva.
Por isso é chamado de presente!

terça-feira, 7 de junho de 2011

À janela: ver e ser visto II

Goya (atribuído), Majas on a Balcony (Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque).
-
Manet, Le Balcon (1868-1869, Musée d'Orsay, Paris).
-
 «(…) depois de ter influenciado a geração romântica, a “maneira” espanhola, com o seu modelado e o seu colorido, ia provocar uma importante viragem estética e marcar definitivamente a geração realista
A escola espanhola foi uma fonte de anticlassicismo que veio responder às aspirações da jovem pintura, que rejeitava o Belo ideal herdado de Rafael e a dramaturgia, o colorido e o dinamismo das composições românticas. A Espanha abria, assim, as portas a uma nova maneira de captar a realidade, com o seu gosto pela veracidade e a sua abertura às emoções humanas. Ao mesmo tempo, a pintura espanhola prestava-se, do ponto de vista da execução, a uma grande economia de meios e o seu colorido escondia, subjacente, um gosto sensual pela matéria pictural (...)».
---
Lucília Verdelho da Costa (2007)

domingo, 5 de junho de 2011

Ascensão de Jesus


Domingos Sequeira, Ascensão de Cristo (desenho, 1829; pintura, c. 1829-1832, MNAA).
---
Hoje comemora-se, na Igreja Católica, a Ascensão de Jesus. Aqui fica um desenho e um estudo de Domingos Sequeira (1768-1837), para uma composição alusiva a esta passagem do Novo Testamento.

sábado, 4 de junho de 2011

Dia Mundial do Ambiente (5 de Junho)

Pierre Puvis de Chavannes, The River (c. 1865, Metropolitan Museum of Art, Nova Iorque)
--- 
«Everybody needs beauty as well as bread, places to play in and pray in, where nature may heal and give strength to body and soul».
---
John Muir.

Sobre o descanso I

Silva Porto
---
«Men for the sake of getting a living forget to live».
---
Margaret Fuller.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

No Dia da Espiga

Orest Adamovich Kiprensky, Catherine Teleshova (uploaded by Art Inconnu, 12/10/2010).
---
Há tradições que gosto de preservar e o ramo da espiga é uma delas.

Junho

Calendário publicado no Japonisme, para 1915, adaptado por mim para 2011.
---
It is the month of June,
The month of leaves and roses,
When pleasant sights salute the eyes
And pleasant scents the noses.